NOTÍCIAS

Quais são os 10 maiores mitos sobre a sexualidade?
      29 AGO 2016
Quais são os 10 maiores mitos sobre a sexualidade?


Ainda tem gente que acredita que masturbação causa espinha, tamanho do pé equivale ao do pênis...

1) MASTURBAÇÃO CAUSA ESPINHAS

“Autoexperimentação” e acne estão associadas porque começam a aparecer na mesma época: a adolescência. Mas uma não é a causa da outra. “A masturbação só vira problema quando se torna a única fonte de prazer sexual do indivíduo”, diz o urologista Marcelo Vieira.

2) A PRIMEIRA VEZ SEMPRE DÓI E CAUSA SANGRAMENTO

As mulheres só sentem dor (em qualquer “vez”) se estão tensas ou pouco excitadas. Assim, a vagina fica menos lubrificada e mais contraída. A recomendação é relaxar, caprichar nas preliminares e usar lubrificantes. Já o sangramento em algumas “estreias” é o rompimento do hímen, membrana que existe na entrada da vagina. Se ele for muito elástico, nem se rompe.

3) MULHER FICA “MAIS LARGA” APÓS PRIMEIRA TRANSA

A única alteração que acontece no corpo da mulher após a primeira relação sexual é o rompimento do hímen. “Fora isso, a prática sexual não deixa nenhuma marca no corpo, como pernas abertas ou quadris largos”, diz o psiquiatra Jairo Bouer, especialista em questões da adolescência.

4) ENGOLIR ESPERMA FAZ MAL

A ejaculação “dispara” mais de 30 substâncias em no máximo 10 ml de esperma. Nenhuma delas em quantidade suficiente para fazer mal (ou bem) a uma pessoa. Mas a prática deve ser evitada, porque o esperma pode conter vírus ou bactérias de doenças sexualmente transmissíveis (DST).

5) SEXO ANAL CAUSA HEMORROIDA

Hemorroida é uma dilatação exagerada (e dolorida) dos vasos sanguíneos do ânus. Praticar sexo anal não cria o problema, mas é verdade que pode agravá-lo. Segundo os coloproctologistas (especialistas em doenças do intestino grosso, reto e ânus), a causa da hemorroida é o mau hábito alimentar, que resseca as fezes e dificulta a evacuação.

6) EJACULAR FORA EVITA GRAVIDEZ

O problema é que a maioria não interrompe a relação antes de liberar um pouco de esperma. E até o líquido lubrificante que sai antes já contém espermatozoides. Por isso, esse “método anticoncepcional” é uma furada. “Os mais seguros são o diafragma, o preservativo e a pílula”, diz Marcelo Vieira.

7) O PONTO G EXISTE

Só se for na imaginação das pessoas. Vários cientistas já procuraram a suposta zona erógena e nunca encontraram nada. O estudo mais recente é de 2010 e foi feito por pesquisadores da King¿s College, universidade de Londres. Eles procuraram o ponto G em 1.804 mulheres de 23 a 83 anos. E também não chegaram lá.

8) PÉS INDICAM TAMANHO DO PÊNIS

Vários estudos provam que não há relação entre essas medidas. Um de 2002,da University College London,da Inglaterra, mediu pés e pintos de 104 voluntários e concluiu que eles não são proporcionais. A propósito, o tamanho médio dos pênis avaliados, em ereção, era de 13 cm

9) SEXO ORAL DISPENSA CAMISINHA

Sífilis, hepatite B, HPV e até aids, entre outras DSTs, podem ser transmitidas assim. “Sempre que houver contato direto entre duas mucosas, existe risco de contaminação. E a pele da boca também é uma mucosa”, diz o psiquiatra Jairo Bouer. O único jeito de eliminar o risco é usar camisinha até nessas preliminares

10) ABSORVENTE TIRA A VIRGINDADE

“O absorvente interno é inofensivo, porque passa por um orifício existente no hímen (o mesmo ‘furo’ por onde corre o fluxo menstrual)”, diz a psiquiatra e sexóloga Carmita Abdo. “E há modelos próprios para virgens, fáceis de colocar e com um calibre menor que o normal”

CONSULTORIA Carmita Abdo, coordenadora do Projeto Sexualidade(ProSex)da Faculdade de Medicina da USP, Marcelo Vieira, chefe do Departamento de Reprodução Humana da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), e Jairo Bouer, autor de Tudo sobre Sexualidad


Fonte: mundoestranho.abril.com.br

Quais são os 10 maiores mitos sobre a sexualidade? | Clivive Especialidades Médicas em Vila Velha - ES

 
Converse via
WhatsApp